Talentos

Luís Jorge Antunes Carreira, residente no Lugar da Caxieira da freguesia de Santa Eufemia, teve sempre paixão pela escultura.
Mas, sem possibilidades de abraçar seu sonho, dirigiu-se para a construção civil,onde trabalhou muitos anos como operário especializado.
Mais tarde então, nos tempos livres, começou a dar início ao que sempre sonhou fazer. Agora possuí uma vasta colecção de imagens e objectos esculpidos em Madeira. É com grande prazer que exibe algumas das muitas imagens que fazem parte do seu
património.

* * .* *

Bruno Roda On-Air Producer e Designer na MTV Portugal

.”O Livro dos “Bonequinhos”
Bruno Roda

Bruno Miguel Pereira Roda, 24 anos, nasceu em Santa Eufémia Leiria. Possui o curso de Design Gráfico, pela Escola Superior de Arte e Design, das Caldas da Rainha e, desde Julho de 2006 trabalha como On-Air Producer e Designer na MTV Portugal, canal televisivos músicos internacional. De Janeiro a Junho, também deste ano, havia já trabalhado, como Designer Gráfico, na Leo Burnett, agência de publicidade de Lisboa. Este ano ainda, foi finalista e seleccionado para a Mostra Jovens Criadores 2006, organizado pelo clube Português de artes e Ideias, na categoria de Ilustração, cuja exposição decorre no Montijo até 15 de Dezembro. Em cerca de 100 seleccionados, apenas Bruno da nossa freguesia, havendo mais dois jovens, de Pombal e Alcobaça, seleccionados respectivamente na área da Moda e Literatura.
Iniciou a actividade, como freelancer na área em 2001, tendo entre outras experiencias profissionais, trabalhado como Designer Gráfico e MultiLivro dos Bonequinhosmédia na Elemento Activo, atelier em Leiria. Praticou Atletismo entre 1997 e 2001, um pouco por influência do seu professor de Desporto, Paulo Reis no Colégio Conciliar Maria Imaculada. Como representante da Juventude Vidigalense, e entre outras classificações cimeiras, foi campeão nacional em Heptátulo Pista Coberta, na categoria de Júnior, em 1999-2000 e também vice-campeão nacional em Salto em comprimento Pista Coberta, na mesma categoria.
Além do interesse pelas novas tecnologias e de desenhar, é fã da internet, cinema, desporto em geral, ler, cozinhar, viajar e conhecer e comunicar com pessoas de diferentes culturas. Optou por viver em Lisboa devido às maiores facilidades do mercado de trabalho e cada vez mais defende que devemos viver o momento e fazer cada coisa a seu tempo. Namora mas não pensa, para já, casar. Mora em Benfica e viaja sempre de Metro e de outros transportes públicos, do qual é defensor acérrimo. Também gosta de andar a pé.

Os pais de Bruno não acreditavam muito e se questionavam se ele queria ganhar a vida a fazer " bonequinhos"..
Bruno Roda hoje responde: " Claro que não estou a pensar ganhar a vida a desenhar.
Faço-o por amor-próprio e por gostar de de criar".

Jornal de leiria 30 de Novembro de 2006

* * .* *

 

Valores da Nossa Terra

Ao folhearmos a revista " 250 MAIORES EMPRESAS DO DISTRITO DE LEIRIA" encontrámos algumas empresas fundadas por empresários da nossa freguesia. Queremos prestar homenagem à sua Coragem, iniciativa, trabalho, dedicação, entusiasmo, desejar-lhe as maiores prosperidades ao mesmo tempo que os felicitamos pelos êxitos alcançados.
O empresário SENHOR FERNANDO RODA RODRIGUES PEREIRA, natural da Caxieira, freguesia de Santa Eufémia, foi o grande empreendedor do Centro Hospitalar de São Francisco é uma instituição Hospitalar de São Francisco é uma instituição de referencia, que presta cuidados de saúde globais, de forma personalizada, atempada e com grande capacidade técnica. Como filiais tem no Porto, o Hospital de Santa Maria, e em Lisboa o Hospital de S. Luís extensões em Alcobaça, Pombal e em outras localidades. Brevemente vai inaugurar um novo edifício em Leiria, que fica ligado ao existente. Em 2003 registou 1 684 internamentos, mais de 40 mil consultas e 1 598 intervenções cirúrgicas.
Ao grande amigo Senhor Fernando Roda e a todos os seus colaboradores, um grande abraço de parabéns e felicidades.

* * .* *



Um outro Grande empresário da nossa terra é o SENHOR ADELINO RODA RODRIGUES PEREIRA..
É natural da Caxieira e tem a sua residência no Lapedo, freguesia de Santa Eufémia.
Em 1979 criou a Leiritécnica Electrónica. Em 1986 foi criada a Tecofix - Técnica de equipamentos e Fixação, S.A.,com sede em Leiria . Actualmente a empresa tem filiais em Lisboa, Porto, Loulé, Funchal, Viseu e Açores. Foi-lhe atribuído o prémio PME Excelência nos anos de 1997/98/2000/ e 2001.
Em  2004 foi-lhe atribuído o Certificado de Gestão de qualidade com base na norma ISO 90012000. Ao longo dos anos a Tecofix comprovou junto dos seus clientes, que acompanha e lidera as exigências da evolução do mercado e das suas e necessidades, apresentando as melhores soluções na comercialização e equipamentos e materiais  de fixação, e prestando Assistência Técnica pós venda aos equipamentos comercializados.
Com 55 colaboradores, a empresa é representante exclusiva de diversas marcas de equipamento de fixação.
A maioria dos produtos que comercializa  são  importados.
Ao grande amigo Senhor Adelino Rodrigues e a todos os seus colaboradores um grande abraço de parabéns.
,

.

* * .* *


Uma outra firma que consta da lista das 250 maiores empresas do Distrito de Leiria é a Canalcentro ,Lda, com a sede no Parque Industrial Charneca do Bailadouro, Pousos, Leiria . Foi fundada em 1988 pelos nossos conterrâneos empresários SENHOR  DR. MANUEL DE SOUSA CARREIRA Gaspar  e JOSÉ DE SOUSA CARREIRA GASPAR, naturais do Casal da Ladeira, Santa Eufémia. É Director Geral o Senhor Dr. Manuel Gaspar, residente no Casal da Ladeira.
A firma tem 25 empregados, e dedica-se à comercialização dos materiais para canalização e Climatização e Saneamento. É importador de caldeiras e radiadores da marca italiana BIASI.
Com certeza, outros empresários naturais da nossa freguesia de Santa Eufémia constam da listagem das 250 maiores empresas do distrito de Leiria. Pedimos e agradecemos que nos comuniquem os nomes das firmas e dos empresários, pois teremos muito gosto e é para nós uma honra fazer-lhes uma homenagem nas páginas do MAIS ALÉM...
Ao Senhor Dr Manuel Gaspar e irmão José e a todos os empresários da nossa terra enviamos o nosso abraço amigo de saudação e votos sinceros das maiores prosperidades e felicidade

* * .* *

Dr. Luis José da Câmara Oliveira.
Com a devida vénia transcrevemos de " A Voz do Domingo" de 21 de Dezembro de 1941, algumas notas biográficas deste ilustre filho de Santa Eufémia:
Nasceu no lugar dos Ferreiros (actualmente desta freguesia ) a 19 de Março de 1865. Recebeu uma educação profundamente cristã de seus piedosos pais, Luis José de Oliveira e D. Eufémia de Jesus da Câmara Oliveira. Estudante aplicado e trabalhador, decidiu seguir a magistratura.
Advogado distinto, recto e consciencioso, desempenhou, pouco depois da sua formatura, o cargo de Juiz Municipal em Monforte do Alentejo.
Advogou em várias terras, até fixar residência em Leiria, onde foi Presidente da Ordens dos Advogados, admistrador do Concelho, Secretário Geral do Governo Civil, Vice-presidente da Junta Geral do Distrito e presidente de várias associações .
Na escola normal de que foi organizador, professor e director de 1899 a 1919, colocou as suas elevadas e raras qualidades de mestre e educador exemplar e prudente, cativando o carinho e veneração de professores e alunos.
 Nomeado provedor da Santa Casa da Misericórdia e Hospital Dom Manuel de Aguiar de Leiria em 24 de Janeiro de 1933, tomou posse de 29 do mesmo mês e dedicou-se totalmente, com todo o seu prestígio e influência ao  desenvolvimento e prosperidade desta instituição, como o atestam as profundas transformações e grandes melhoramentos que sofreu esta Santa Casa nos incompletos oito anos da sua provedoria.
Enfermagem religiosa, Banco Hospitalar e sala de Operações com mobiliário e material cirúrgico precisos. Laboratório de análises Clínicas, Lavandaria, Escadas e Instalações Sanitárias para as novas enfermeiras das águas-furtads, casa mortuária, uma das melhores, senão melhor do País, foi uma das grandes consolações dos últimos dias da sua vida, levando a dizer-" Está satisfeita uma das minhas grandes aspirações". Não queria deixar esta Casa sem fazer este benefício aos mortos. Está concluído.
Foi também no seu tempo que começaram a vir ao Hospital os melhores operadores.  Como síntese do amor de tão benemérito provedor, temos as seguintes palavras proferidas várias vezes antes de morrer:-" Levo o nosso querido Hospital no coração". Façam com que ele progrida cada vez mais  A par de toda esta actividade teve sempre uma vida exemplar.
Viúvo aos 53 anos pelo falecimento de sua piedosa esposa D. Maria Laura Charters de Azevedo Lopes Vieira de Oliveira, dedicou-se unicamente, aos seus três filhos e ao cumprimento dos seus deveres de Pai e cristão.
Homem piedoso, recto e católico integral foi sempre muito estimado por todos. A coroar tão edificante vida teve uma morte justa. Recebido o Sagrado Viático, comungou ainda várias dias. Horas antes de entregar a sua alma a Deus, depois duma crise bastante dolorosa, exclama
  para os filhos que o assistem de joelhos: " sofro muito!".
O sacerdote que estava presente anima-o dizendo:- Sr Provedor, Nosso Senhor Também sofreu muito. Não tem confiança?-Tenho e muita, respondeu. Se me pudesse dar a Santa Unção ficava descansado. Prepara-se tudo enquanto o doente dispõe para receber o derradeiro Sacramento. Estava tão ocupado nesta preparação que, ao dizerem-lhe, para o animar -- Papá, tenha confiança, porque o Papá é um  santo, imediatamente respondeu: "tenho, sim, filha, mas não me envaideçam nos últimos momentos da minha vida". Recebe a Extrema Unção com uma lucidez perfeita e grade edificação, respondendo às orações Rituais, recitando a confissão em língua latina e apresentando as mãos e demais órgãos para as Unções. Escuta atento e recolhido as orações para a Indulgência Planearia à hora da morte.
Interrogado se desejava ser admitido na Irmandade da Senhora do Carmo, respondeu que já o estava. E remata tudo com as Jaculatórias que repetiu tantas vezes, para não dizer quase continuamente, até morrer: « Amado Jesus, Maria e José » etc., fazendo em seguida o sinal da Cruz. Recolhe-se um pouco. Chama os filhos e pede para rezarem com ele e começa: « Para que Nosso Senhor me dê forças para me desprender deste mundo, de meus filhos e família, Glória ao Pai ao Filho... »etc, ao que os assistentes  responderam comovidos e a soluçar: Asim como era no princípio, etc
Depois de pedir por várias intenções disseram-lhe que descansasse ao que respondeu :« Já rezei o terço e coroa seráfica.» Chama os filhos e dar-lhes os últimos conselhos, e cada um em particular, depois a todos - « Vou deixa-los. Estou muito cansado e abatido, mas cheio de muita confiança em Deus. Meus filhos peço-vos que sejais sempre  amigos ».
- Já o somos Papá - Responderam os que puderam. Mas quero que o sejam ainda mais porque eu também fui, sempre, muito amigo da vossa mãezinha.
Chama as criadas e também para elas terem um conselho e acaba por lhes pedir perdão. lembra-se dos netos e diz « São pequeninos e mais tarde não se lembrarão do Avô, mas falai-lhes dele para que se lembrem da sua Alma ». Por fim acrescentou:
- Vou-vos deixar e quero dar-vos a minha bênção de pai. Que Nosso Senhor vos abençoe a todos, vos ajude e faça sempre muitos amigos .  Fica-se recolhido a balbuciar jaculatórias e a beijar um crucifixo indulgenciado pelo Santo Padre. A filha que de joelhos lhe beijava a mão diz : «este crucifixo foi indulgenciado pelo Santo Padre. Quero leva-lo até a sepultura . Lá tirem-no e tragam-no para casa . É uma relíquia de família.»
Várias crises e entra em agonia, mas perfeitamente lúcido e consciente do seu estado. Lima ele próprio os suores frios da morte.  Continuam as Jaculatórias com a mesma confiança.................................
Chega o sacerdote para rezar o ofício  da agonia que já tinha sido rezado pelo próprio doente e um filho. Conhece nitidamente o sacerdote : «estou exausto, mas confiante » .
 Repete-se o ofício da agonia que o agonizante acompanha, respondendo com a família . É tão perfeita a sua lucidez, serenidade e confiança com que encara a morte que corrigiu, ou antes lembrou ao sacerdote o próprio nome.
Terminando o ofício da agonia, uns 50 minutos antes da morte, despede-se do sacerdote e agradece-lhe tudo. Continuem as jaculatórias e pede para ser amortalhado com o hábito franciscano e ir descalço. Há um ano que era irmão terceiro franciscano fervoroso e edificante.
Receitam-se as Orações pelos moribundos. O doente interrompe e diz: « O Papa Urbano V||| fez uma oração e disse que quem a rezasse à hora da morte, ganharia indulgencias plenária. Vou  dize-la » Todos se calaram e ele recita a oração.
Continuem as orações pelos moribundos e o agonizante responde responde, poucos minutos antes de morrer, à ultima:-«Assim seja ».
Num gesto bastante penoso arrasta a mão aos lábios. Dão-lhe o crucifixo. Beija-o, aperta-o aperta-o contra os lábios, volta a cabeça para o lado e rende a alma ao Criador. Esta é a morte do justo. Como consolador, nesta época, ver tão santamente morrer quem tão exemplarmente soube viver.
Sigamos o conselho de tão justo varão; preparemo-nos para a morte desde já durante a vida inteira e não guardemos para as últimas horas


* * .* *

Há algum tempo, o Dr. D;artistas músicos , cineastras escritores, das entidades e organizações que as tornam realidade (...). A NUMEROMAGAZINE temedição bilingue e é distribuida em França, Itália ,Inglaterra e U.S.A"  Um grande abraço ao Dr DINIS GUARDAe muitos prabéns.
Dinis Guarda, natural da Caxieira, ofereceu - nos alguns exemplos da revista NÚMEROMAGAZINE, de que é Director. Num editorial da revista podemos ler que NÚMEROMA-GAZINE" fala das artes e da cultura portuguesa e internaciona- artes visuais, cinema, musica, arquitectura teatro, dança...de uma forma lúdica atenta, comtemporânea (...). 
Vive-se um momento excepcional na arte e na cultura portuguesa, um momento invulgar de projecção de criadores e é preciso analisar, reforçar e dar-lhe continuidade. Sem preconceitos sem, sem pruridos, falar de artes e da cultura de hoje, através das ideias e das obras dos pensadores artistas músicos , cineastas escritores, das entidades e organizações que as tornam realidade (...). A NUMEROMAGAZINE tem edição bilingue e é distribuída em França, Itália ,Inglaterra e "U.S.A".

 Um grande abraço ao Dr. DINIS GUARDA e muitos parabéns.
.

* * .* *


Código do Trabalho

O Dr. Joaquim Faria Fartaria da Quinta dos frades freguesia de Santa Eufémia, é licenciado em Direito pela Universidade Internacional de Lisboa; Frequência do curso de Mestrado em Ergonomia e segurança no Trabalho pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa; Pós-graduado em segurança, Higiene e Saúde no trabalho pelo ISLA de Lisboa; Pós- graduado em direito do Trabalho pela Faculdade de Direito de Lisboa; Docente Universitário.
É autor do livro CÓDIGO DO TRABALHO, editado em Abril de 2004
Além disso é o coordenador do livro MANUAL PRÁTICO DE DIREITO DO TRABALHO.
No desdobrável da apresentação do" Manual Prático de Direito do Trabalho" lê-se: "Autores com larga experiência no direito laboral, sob a coordenação do Dr Fartaria, asseguram a qualidade e rigor técnico desta obra" E o Dr Faria Fartaria comenta: "Nesta sociedade laboriosa e concorrência , devemos optar por uma escolha em que temos desenvolvidos nos enriqueçam.
A leitura da obra" Manual Prático de Direito do Trabalho" será uma fonte de enriquecimento na vertente laboral face às mudanças ora operadas, dada a forma simples, clara e objectiva como se encontram inseridas neste manual.


No dia 14 de Dezembro de 2006, ocorreu, em Leiria, a apresentação do novo livro do Dr. Faria Fartaria - CÓDIGO DO TRABALHO.
O Código do trabalho deverá ser um instrumento de melhorias, e garantias e não de equilíbrio ou de desregulamentação, como forma de transparência e de eficácia da própria estrutura, de forma de forma a reforçar o papel de cada um dos agentes, combatendo a desigualdade, simplificando o papel institutivo criando assim autonomia e liberdade empresarial respeitando e reforçando a massa laboriosa e os direitos constitucionalmente vertidos e comunitariamente deliberados e aceites por força do tratado de adesão, baseados no princípio e respeito pela dignidade humana, da democracia, da igualdade, da liberdade e da tolerância sem beliscar a descriminação e a segurança no trabalho.

Um grande abraço de amizade e parabéns ao Dr. Faria Fartaria


.

 

 IntroduçãoLeiria | Concelho e distrito | Autarquia | Simbolos Hráldicos | Descritivo Histórico | Santa Eufemia | Edifícios Públicos | Um pouco de História Melhoramentos  | Recordando | Gastronomia | Economia | Agricultura | Comércios | Indústria | Lapedo | Caranguejeira e S.ta Eufemia  | Valores da Terra  | Fotos |Algumas Notícias | Agradecimentos | Seus comentários  | E-mail | Festas |Album de fotos | desporto | Ambesse | Notícias 

>